Seguidores

sexta-feira, 5 de junho de 2015

Por Maria Eliete Gomes


"A morte estabelece um tipo de ponte que ninguém quer ultrapassar. Principalmente quando alguém está no luto se perguntarmos sobre suas dores, eles certamente dirão que gostariam de ter seus entes queridos de volta aqui. Não se estabelece um projeto de subida (céu), sempre estabelecemos um projeto de luto de descida (terra).
Ou seja: falamos que vamos ficar aqui, sofrer aqui com o próprio luto, porque o céu não é certeza.
Na visão de muitos, se o céu fosse uma certeza, as pessoas passariam a ficar confiantes e felizes porque saberiam que a ponte ultrapassada apresenta uma estrada mais bonita. Existe uma incerteza e a falta de fé faz desse incerto um buraco maior ainda. Mas sem confiança o que pode ser feito? Tente fazer um projeto do céu. Algo como: “Estou aqui, vou viver com saudade aqui. Mas confiante de estabelecer um novo vínculo com quem partiu e está no céu”. Crie projeto para o seu futuro, para o aqui e para o depois do aqui." (Livro - Saudades a Sombra de um Ipê)
Nesta vida não há perda de alguém e sim um até logo, pois um dia, no final da nossa missão, encontraremos quem amamos para o abraço eterno.
https://www.facebook.com/groups/1596344377244158/?fref=ts

Nenhum comentário:

Postar um comentário