Seguidores

segunda-feira, 13 de junho de 2011

Grupo Amigos Solidários em reportagem na Revista TOP VIEW

Top View edição de MAIO


Saímos na Matéria: Quando elas se unem


Amor de mãe pode tudo e não conhece limites. Imagine, então, o que acontece quando elas se unem e lutam por uma causa.

SUPERAR SEM ESQUECER


O GRUPO: Amigos Solidários na Dor do Luto

A CAUSA: Apoiar as pessoas que estão vivenciando a dor de ter perdido alguém.

A HISTÓRIA: Surgiu em 1998 com Rosana Figurelli, que havia perdido o filho Carlos, de 18 anos. Precisando de apoio, foi á procura de algum grupo assim, que ela sabia existir no exterior, e descobriu que não havia nada parecido em Curitiba. Decidiu fundá-lo e dedicou-o à Nossa Senhora das Dores. A atual coordenadora, Zelinda De Bona, foi procurar apoio quando perdeu o neto, de 14 anos. "Fui convidada pela Rosana para coordenar o grupo, pois ela deixou a cidade, e hoje dedico uma grande parte do meu tempo a acolher, ouvir e ajudar essas pessoas, em sua maioria mães."

AS VITÓRIAS: "Gostaria de estar todas as segundas-feiras com a porta aberta e que nenhuma mãe aparecesse, quem ali entra é portador da maior dor que um ser humano pode sentir", diz Zelinda. Infelizmente sempre aparecem novas, precisando de ajuda. "O luto compartilhado é amenizado. Para nós, é uma vitória quando vemos aquela mãe ajudando, confortando, dando carinho para as outras que estão chegando pela primeira vez."

OS PLANOS: "Pretendemos cada dia ser mais solidárias com essas mães, porque elas precisam falar e contar a sua história, pois os parentes, amigos e familiares não tem paciência para escutá-las e o grupo está lá para acolhê-las." Além das mães, o grupo dispõe de psicológos e pessoas capacitadas para ajudar.


AMIGOS SOLIDÁRIOS NA DOR DO LUTO: Reuniões segundas-feiras na ala de Psicologia na Universidade Federal do Paraná (Praça Santos Andrade), sala 118, às 14:30. Tel.: 3252 5016.
www.amigossolidariosnoluto.blogspot.com

"QUANDO AS MÃES SE UNEM, SÃO COM SEQUOIAS, ELAS SE APOIAM, UMA SEGURANDO E APOIANDO AS OUTRAS DAS TEMPESTADES E FURACÕES QUE CHEGAM INESPERADAMENTE."
Zelinda De Bona

Nenhum comentário:

Postar um comentário