Seguidores

sexta-feira, 5 de outubro de 2012

PARA VOCÊ QUE QUER AJUDAR ALGUÉM:



Em primeiro lugar, não queira ajudar. O ajudador é quase sempre um ''chato'' que fica ditando regras, que quase nunca servem para nada! Principalmente quando não tem o devido preparo para isso.
Cuide-se para não ser um ''Salvador''. O ''salvador'' é aquele que sempre tem fórmulas prontas para qualquer dificuldade. Que sempre sabe o que é melhor para os outros.
Curiosamente quase nunca sabe o que é melhor para ele mesmo ...
O ''salvador'' está sempre forçando algum tipo de ajuda. Porque no fundo, o que ele quer mesmo é salvar a si próprio. Ele quer estar bem consigo mesmo, considerando-se um salvador dos outros. Ele quer sentir-se superior e magnânimo. Afinal é ele quem tem as fórmulas certas, ele é quem sabe das coisas...
Lembra-me a história da enfermeira que todas as noites chegava no quarto dos pacientes e, quando os encontrava dormindo, em sono profundo, sacudia-os até despertá-los e dizia: "ACORDA!
Está na hora de você tomar o seu remédio para dormir !"...
Ao invés de salvador; tente ser um ''facilitador" de alguém que facilita à pessoa a encontrar o seu próprio caminho. Alguém que age como uma luz iluminando as estradas e não como um condutor de cegos que os conduz onde quer.
Não tenha receio da intimidade respeitosa. O toque gentil, um abraço afetivo são formas muito positivas de dar ao enlutado o apoio de que necessita.
Ouvir carinhosa e atentamente o que o outro precisa falar, vale muito mais do que discursos recheados de frases bonitas e cheias de efeito.
Tenha paciência, sabendo que o enlutado tem tempos diferentes do seu. Cada pessoa tem o seu próprio tempo. Não apresse o rio. Ele corre sozinho.
Por estar vivendo uma grande dor, o enlutado está confuso, anestesiado, sem capacidade para raciocinar claramente. Não o force a reagir. Aguarde. O tempo é o maior aliado de quem sofre!
Deixe-o expressar livremente as suas emoções e, se necessário, incentive-o a fazê-lo. Apenas zele para que ele não se machuque, nem machuque os outros ao fazê-lo.
Deixe-o falar sem censurá-lo ou repreendê-lo pelo que disser. O que pode parecer absurdo ou tolice para você, para ele, pode ser a maneira mais eficiente para aliviar a dor.
Não julgue nem se deixe levar por preconceitos.
Não tente catequizá-lo nem convencê-lo a acreditar em suas próprias crenças.
Momentos de crise nunca são momentos para se tentar convencer alguém de alguma coisa.
Muito menos de pontos de vista religiosos ou espirituais.
Fazer isso é faltar com o respeito à dor do outro. É ser um verdadeiro contra-testemunho de sua própria fé!
Quem sabe você um dia precisará de uma ajuda igual?

Texto retirado do livro DIZENDO ADEUS de Evaldo A. D'Assumpção

2 comentários:

  1. Minha amiga...

    Sua escolha na mensagem que hoje me deparo são palavras escritas e não ditadas do meu pensamento e tenho certeza de muitas mães que perdem seus filhos.
    Quando acontece comigo essa enorme variação no meu humor e até da minha fisionomia confesso que assusta até a mim que não sei ainda lidar com tudo isso pois precisamos dar tempo ao tempo...
    Obrigada por nos presentear com tamanha doçura.
    Que DEUS a mantenha assim uma facilitadora para conosco...Te amo minha amiga!

    ResponderExcluir
  2. Olá minha querida amiga,
    Muito bom esse texto e muito verdadeiro, disse tudo... concordo plenamente! Todos nós, enlutados, que vivemos esse momento difícil e sofremos a dor grande e profunda da perda dos nossos amados, sabemos o quanto nos conforta um gesto de carinho, um ombro, ou apenas um abraço forte, como nos alivia e nos consola, mas principalmente, e agora falo por mim, como é bom quando encontramos alguém que nos oferece um ouvido, alguém que possa nos escutar mesmo que fique em silêncio, isso realmente é muito importante para mim, pois poder falar da minha dor, da minha filha, minha amada e eterna Thais, me faz um bem enorme, sempre me conforta muito e me revigora.
    Excelente postagem e de grande ajuda para todos nós!

    Beijos, amiga... e uma semana abençoada de muita paz para todos!!!

    ResponderExcluir